Inconfidência

Ideais de Liberdade

TRAMA REVOLUCIONÁRIA

O movimento da Inconfidência Mineira foi uma trama revolucionária envolvendo magistrados, sacerdotes, poetas, fazendeiros, militares, homens do povo e mesmo autoridades do poder dominante, no século XVIII (1788-1789), sonhando com a libertação do Brasil-Colônia da dominação portuguesa.

INSPIRAÇÃO

Inspirou-se grandemente na independência das 13 colônias inglesas da América do Norte, ocorrida na mesma época (a declaração de independência dos Estados Unidos da América de 1776 e a constituição de 1783), e nos filósofos do Iluminismo, como Voltaire, Rosseau, Smith, Locke e outros expoentes.

Muitos jovens da elite de Vila Rica estudavam na Europa, em Coimbra, Montpelier e outros centros de excelência, sendo inspirados e influenciados por estas idéias renovadoras.

THOMAZ JEFFERSON E A INCONFIDÊNCIA

Um desses estudantes brasileiros, José da Maia, usando o pseudônimo de Vendek, chegou a trocar correspondências e a protagonizar, em 1787, um ousado e histórico encontro secreto com Thomaz Jefferson, autor da Declaração da Independência e embaixador americano na França e um dos pais fundadores da então recente nação norte-americana. Buscava apoio da jovem democracia norte-americana ao movimento revolucionário que se avizinhava na pátria brasileira, obtendo sua simpatia para o levante mineiro.

Jefferson escreveu a Maia em francês e o encontro dos dois se deu no mês de abril de 1787, na cidade francesa de Nimes. No dia 4 de maio, em carta ao Secretário de Estado John Jay, Thomaz Jefferson relatou o encontro com o brasileiro. As correspondências de Jefferson se acham em bibliotecas americanas e foram pesquisadas pelo Hotel Pousada do Arcanjo.

IDEAIS GLOBALIZADOS

A efervescência libertária da época vinha aumentando também na França, culminando na Revolução Francesa com a queda da Bastilha, símbolo do absolutismo monárquico, em 1789, mesmo ano do auge das tramas dos inconfidentes em Vila Rica.

LIBERDADE ADIADA

Os conjurados são traídos e a pretendida revolta não se concretiza, mas os ideais dos inconfidentes não desaparecem.

A Inconfidência Mineira, tendo Vila Rica como centro do movimento, foi o principal episódio da era colonial, precursor da independência finalmente conquistada 33 anos depois, em 1822, quando o Brasil se torna independente de Portugal.

TIRADENTES

Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, principal líder das articulações revolucionárias, foi declarado herói nacional e é o patrono cívico da nação brasileira. É celebrado anualmente no dia 21 de abril em Ouro Preto, com a transferência simbólica do governo de Minas para a antiga Vila Rica dos inconfidentes.

O local da sua residência em Vila Rica é hoje a sede da Associação Comercial e Empresarial de Ouro Preto, que abriga, também, o Convention & Visitors Bureau de Ouro Preto e Circuito do Ouro e o Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Ouro Preto.

Os restos mortais dos inconfidentes estão depositados no Panteão dos Inconfidentes, no Museu da Inconfidência.